sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Encerrada a Sipatma 2008

A Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho e Meio Ambiente do Condomínio Vega foi um sucesso. Prova disso, foi o número de acessos no blog e as 1048 participações nas palestras e peças de teatro. De 24 a 28 de novembro os empregados do Condomínio puderam saber mais sobre bloqueios, gestão de resíduos, comportamento x segurança, DST, álcool, eletricidade, queda de nível, cuidado com as mãos e autogestão da saúde.

Qual foi a sua avaliação da Sipatma 2008?

“Esta Sipatma foi muito atrativa. Contou com a participação de um grande número de empregados e os temas das palestras foram ao encontro das necessidades das empresas do Condomínio. Elas vivenciaram a nossa realidade”.
Moacir Batista, técnico de segurança do trabalho da ArcelorMittal Vega.

“Segurança é fundamental em qualquer atividade. Esta semana foi muito importante para pensar melhor na realização das atividades diárias”.
Sonia Costa, auxiliar de serviços gerais da Limps.

“A Semana foi boa para relembrarmos os cuidados que devemos ter para trabalhar melhor. Gostei de todas as palestras, mas principalmente daquela sobre o cuidado com as mãos, que me fez refletir sobre a importância dessa parte do nosso corpo”.
Rony Nunes, técnico industrial químico da CLE Brasil.

Premiação dos Brigadistas

O segundo lugar da 2ª Competição Interna de Brigadistas Voluntários do Condomínio Vega ficou para a equipe GDL B. Parabéns a Edson Hoffmann, Antônio Beluco, André Contini, Fernando Andrade, Anderson Alexandre, Maurício Reinert, Leonardo Melo, Jéferson Pereira, Éderson Barteosa e Maurício Haveroth.


Cuide da sua ferramenta essencial: as mãos

Ricardo Lívio, da CRC do Sul, ministrou a última palestra da Sipatma 2008. Ele falou sobre o cuidado que se deve ter com as mãos: ferramentas naturais do corpo humano. O palestrante destacou os diversos tipos de ferimentos que podem ocorrer e os cuidados ao manusear equipamentos, produtos ou trabalhar em locais perigosos.
Alguns tópicos da palestra:
_ Não introduza suas mãos em pontos de atrito e enroscamento (engrenagens em movimento, polias, máquinas rotativas), sem os devidos bloqueios.
_ Cuidado com pontos quentes (tubulações de vapor, máquinas de solda), que podem gerar queimaduras.
_ Atenção especial às superfícies rotativas (esmeril, disco de corte).
_ Cuidado com máquinas automáticas (tornos, fresas, ponte rolante), já que as alavancas e os botões acionados por controle remoto ou por sistema de robô podem ser tocados acidentalmente e fazer com que as máquinas, aparentemente desligadas, funcionem rapidamente.
_ Utilize ferramentas do tamanho certo e adequadas à atividade. Não improvise.
_ Use as luvas apropriadas para cada atividade.



Autogestão da saúde

Com dinâmicas e reflexões sobre qualidade de vida, Geraldo Magela, da BAM Atitude e Movimento, palestrou na manhã deste último dia da Sipatma sobre viver com qualidade e autogerir a saúde. O palestrante destacou as pressões constantes vividas na sociedade moderna, que levam ao estresse e os maus hábitos que se refletem em doenças típicas desta realidade como colesterol alto, diabetes, obesidade, hipertensão e depressão.
“Os casos de infarto antes dos 40 anos têm se tornado muito freqüentes e a Organização Mundial de Saúde estima que 32 % das mortes anuais no Brasil sejam em decorrência de doenças cardiovasculares”, comentou Geraldo.
O palestrante destacou que a qualidade de vida é uma questão pessoal, que envolve conhecimento, consciência corporal, respeito, disciplina e persistência. Indicou ainda algumas atitudes preventivas, como se alimentar pelo menos seis vezes ao dia, concentrar-se na qualidade da alimentação, mastigar mais, para favorecer a absorção dos alimentos, ter um sono reparador e praticar uma atividade física com freqüência e regularidade. E, para quem diz que trabalha demais, ele arremata: “tempo é questão de organização e prioridade”.





Para assistir aos vídeos

Quem não conseguiu ver os vídeos-depoimentos do primeiro dia da Sipatma, pode entrar na intranet e assisti-los. Eles estão disponíveis em duas versões: MP4 e AVI. O segundo é mais pesado, mas roda na maioria dos computadores. O caminho para acessar é:
http://intranetnew.vegadosul.com.br/C2/SIPATMA2008/VIDEOS/

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Cuidado com trabalho em altura

Perda de equilíbrio, falha de instalação de dispositivos de proteção, método impróprio de trabalho, contato acidental em condutor ou massa sob tensão elétrica e trabalhador não apto ao trabalho em altura estão entre as principais causas de quedas de nível. Segundo a NR 18, norma do Ministério do Trabalho que fornece embasamento técnico e procedimentos sobre as medidas de proteção contra quedas de altura nas empresas, é considerada trabalho em altura qualquer atividade realizada em local que apresenta diferença de nível e risco maior ou igual a 2,40m. “Na ArcelorMittal Vega o cuidado com a segurança é ainda maior e a altura considerada é maior ou igual a 1,80m (PGSEG)”, destacou Celso Ferroni, da Ormec, em palestra do fim da manhã de hoje, na Sipatma. Na palestra, Celso falou sobre medidas de controle, áreas de risco e equipamentos acessórios para proteção, responsabilidades, operações de resgate e treinamento em trabalhos em altura. Também abordou o cuidado que se deve ter com os equipamentos e com a segurança dos locais de acesso.

As razões típicas para trabalhos em altura são serviços de montagem, inspeção, manutenção e resgate.

Campeões


Nesta manhã foi premiado o 1º lugar da 2ª Competição Interna de Brigadistas Voluntários do Condomínio. O presidente da Cipa, Fernando Teixeira, entregou os troféus para a equipe GDL B. Estão de parabéns Adriano Pereira, Luis Ângelo, Fernando Salvaro, Jazéel Trindade, Gláucio Polini, Orlando Neto, Fabiano Pires, Cristiano Costa, Sidnei Izauro, Marlon da Cunha Ramos e o supervisor Cristiano Grose.

Eletricidade: o risco invisível








Nesta manhã, Giovane Castro, da ArcelorMittal Juiz de Fora, falou sobre eletricidade. O palestrante destacou dois principais fatores que fazem com que a eletricidade seja um risco: sua invisibilidade e o desconhecimento. Tratou das conseqüências derivadas de falhas no sistema elétrico e deixou várias dicas. Confira:
  • Não opere ou ligue equipamentos elétricos se não estiver familiarizado com o funcionamento destes
  • Em caso de acidentes que envolvem eletricidade, não toque na vítima
  • Desligue a chave geral se o acidente ocorrer em instalações internas. Em instalações externas, chame a concessionária
  • Não sobrecarregue as instalações elétricas. Evite os chamados “T” ou “benjamins”
  • Nunca aumente o valor do disjuntor ou fusível sem trocar a fiação
  • Nunca utilize o fio neutro como fio terra
  • Não faça ligações improvisadas
  • Chame um profissional especializado

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Você pode enviar seus comentários

Um dos objetivos do blog é ouvir o que as pessoas estão pensando da Sipatma. Então, participe você também. Mande sua opinião, comentário, sugestão, avaliação. Para comentar é bem fácil. Abaixo de todas as notícias você clica em 'comentários'. Ao abrir uma 'janela' é só escrever sua opinião. Abaixo, você vai clicar em 'nome/URL', digitar seu nome e enviar. Simples. Esperamos o seu recado.

Cancelada programação da tarde de quinta e sexta-feira

Foram canceladas as atividades da Sipatma definidas para as 15 horas dos dias 27 (quinta-feira) e 28 (sexta-feira). As apresentações das 9 e das 11 horas estão confirmadas.

Na quinta, às 9 horas, Giovane Castro, da ArcelorMittal Juiz de Fora, apresenta a palestra "Eletricidade: o risco invisível".
Às 11 horas Celso Ferroni, da Ormec, fala sobre "Queda de Nível".
Neste horário, também será premiada a equipe campeã da 2ª Competição Interna de Brigadistas do Condomínio Vega.
Na sexta, às 9 horas, Geraldo Magela, da BAM Atitude e Movimento fala sobre "Autogestão da saúde".
Às 11 horas, Ricardo Lívio, da CRC do Sul, palestra sobre o "Cuidado com as Mãos".
Ao final, também será premiada a 3ª colocada da 2ª Competição Internas de Brigadistas do Condomínio Vega.
Participe!

Controle sua vida. Não beba

* O álcool interfere no processo de concentração no trabalho e os alcoolistas estão justamente na faixa de maior produtividade do indivíduo – entre 25 e 45 anos.
* O álcool é responsável pela maioria dos acidentes de trânsito, porque altera a percepção do espaço, do tempo e a capacidade de enxergar bem.
* O uso de álcool por mulheres grávidas pode levar a malformações no feto, com retardo mental, malformações no coração, membros, crânio e face.

Sinais de alerta para a doença do alcoolismo

* Ficar de “pileque” em toda festa que vai.
* Colocar o álcool como prioridade nos seus interesses.
* Outras pessoas percebem e implicam com você, por causa dos excessos dos “goles”.
* Beber para relaxar e esquecer dos problemas.
* Mentir quando alguém lhe pergunta quanto bebe por dia.
* Beber periodicamente, diminuindo os intervalos de abstinência.
* Beber em pequenas quantidades ao longo do dia. Nunca está embriagado mas não pára de beber.

Tratamento para o alcoolismo


A pessoa que bebe necessita de ajuda. Se você conhece alguém com este problema, converse e tente ajudar.

Desintoxicação – Realizada por alguns dias sob supervisão médica. Permite combater os efeitos agudos da retirada do álcool.
Reabilitação – Depois de controlados os sintomas agudos da crise de abstinência, os pacientes devem ser encaminhados para programas de reabilitação. Os grupos de auto-ajuda, como Alcoólicos Anônimos, ajudam na manutenção do tratamento e no compartilhamento de experiências relacionadas ao alcoolismo.

Para que o tratamento tenha sucesso é fundamental a participação dos familiares e amigos próximos.

AIDS: o que você sabe sobre ela?

A Aids, síndrome da imunodeficiência adquirida, é uma doença infecciosa que compromete o organismo. É causada por um vírus chamado HIV, que destrói as defesas do organismo, provocando infecções que destroem órgãos do sistema nervoso. Ser soropositivo é ser portador do vírus HIV, que provoca a Aids. O vírus é encontrado principalmente no sangue, seus derivados e no esperma. Nem todo soropositivo manifesta a Aids rapidamente. Alguns portadores vivem longo tempo sem apresentar qualquer sintoma. Este é um fato que varia de pessoa para pessoa. Todo soropositivo pode transmitir HIV.

A transmissão

A Aids é transmitida pelo contato sexual, transfusão de sangue contaminado, da mãe para o bebê durante a gravidez ou na amamentação e ainda pela utilização de seringas e agulhas contaminadas.

Faça sexo seguro. USE SEMPRE CAMISINHA

* Nunca compartilhe seringas e agulhas.
* Não se descuide. Use somente material descartável.
* Fique atento, só receba o sangue que foi testado.
* A mãe infectada pode transmitir o HIV para o filho durante a gravidez, no parto e na amamentação.
As informações e a reflexão são os melhores remédios.

Assim não pega Aids

* Convivência com o doente.
* Cumprimentar, abraçar, beijar, apoiar, ser solidário não transmite Aids.
* Doar sangue.
* Compartilhar copos, pratos, talhares, alimentos, telefones, cadeiras.
* Tratamento médico ou dentário.

Sintomas mais comuns da infecção pelo HIV

* Cansaço e fraqueza por tempo prolongado.
* Perda rápida de peso.
* Febre ou diarréia por mais de três meses.
* Suores noturnos.
* Manchas avermelhadas pequenas pelo corpo.
* Pneumonia, tuberculose e outras doenças respiratórias.

Faça o teste da Aids

Para detectar o HIV, é necessário fazer um teste de sangue em laboratório. O exame pode ser realizado sem prescrição médica nos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTAs) em diversos serviços de saúde pública. Os CTAs contam com médicos, enfermeiros e psicólogos que acompanham a pessoa antes e depois do exame.Tudo é feito de maneira sigilosa e gratuita. É importante, ainda, que o exame seja feito de 3 a 6 meses após ter se exposto a situação de risco.

Fique atento

* A Aids não se dissemina apenas nas relações entre homossexuais em dependentes de drogas. Ela é transmitida também entre heterossexuais.
* Existem portadores do HIV que podem viver muitos anos sem desenvolver a doença, mas nem por isso deixam de transmiti-la.
* A maioria dos portadores não tem sintomas da doença.
* Ser soropositivo significa que a vida continua, embora as circunstâncias tenham mudado.

DST, Aids e Álcool não ficaram de fora da Sipatma

Na manhã de hoje, os atores da Companhia Joinvilense de Teatro apresentaram peça sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis, Aids e Álcool. Confira as fotos:





Palestra à noite

Neste ano, a Sipatma está envolvendo de forma mais intensiva as equipes do turno da noite. Na segunda-feira os atores interagiram com as encenações no local de trabalho. Ontem à noite, foi a vez dos empregados da noite prestigiarem a palestra sobre Comportamento Seguro, com o técnico de manutenção da ArcelorMittal Juiz de Fora, Giovane Castro. Como na palestra da tarde, ele salientou a importância da conscientização, disciplina, treinamento, ferramental adequado e muita atenção para realizar toda e qualquer atividade.

Cancelamento da programação de hoje à tarde

Em virtude da parada programada da área de produção e da capacidade maior do auditório Goneville, foram canceladas as atividades da Sipatma das 15 horas de hoje.

Uma história para refletir

Hoje é dia de refletir sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis, Aids e Álcool. Em uma intervenção teatral emocionante, você vai conhecer os seguintes personagens:
Dr. Rodolfo - clínico geral muito competente. Orienta como poucos, mas que não mede palavras ao proferir os diagnósticos, causando um certo temos aos pacientes.
Chiquinho Escapa-marcha - mulherengo de primeira. Trata as mulheres como objetos sexuais e vive uma vida promíscua.
Gisele - mulher liberal. Financeiramente estável, feminista e segura do que faz.
Talita - jovem cheia de vida. Conheceu Gisele num curso de Inglês e se tornaram amigas. Acompanhar Gisele pode ser perigoso para alguém tão inexperiente.

Na história, Chiquinho vai ao médico e, enquanto espera os resultados dos exames, continua sua vida promíscua. É um "ficante" de Gisele e também fica com Talita. Enquanto esperam o resultado do exame de Chiquinho, a apreensão congela a vida dos personagens. Agora é esperar o pronunciamento do médico... E rezar.

Acompanhe essa história logo mais às 9, às 11 e 15 horas, no Auditório Goneville.

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Comportamento x segurança

O técnico de manutenção da ArcelorMittal Juiz de Fora, Giovane Castro, palestrou na Sipatma sobre a influência do comportamento na segurança. Segundo ele, segurança é ação e reação. “Não adianta queimar etapas e falta de tempo não é justificativa para fazer as coisas de modo inseguro”, destaca. “Os Equipamentos de Proteção Individual (EPI´s) são as nossas armaduras, para nos protegermos do nosso pior inimigo: o acidente. Se os óculos incomodam, imagine a perda da visão. Se o protetor auricular incomoda, imagine perder a audição”, reforçou Giovane. Ele explicou que três fatores contribuem para a ocorrência de acidentes: causa, fato e efeito. Assim, eliminando-se a causa, conseqüentemente elimina-se o acidente.
Lembre-se: para trabalhar com segurança é preciso conscientização, disciplina, bom senso, treinamento, ferramental adequado e atenção.

“É muito importante trabalhar com segurança, para voltar bem para casa e encontrar os pais, a esposa ou o marido e os filhos”, alerta o técnico.

Nota: Esta palestra será realizada hoje, novamente, às 19horas.

Apresentação teatral

O grupo de teatro apresentou mais uma peça na Sipatma, nesta tarde. Moral da história: tirar as dúvidas no momento exato em que elas surgem.

Brigadistas premiados

Na tarde desta terça-feira, dia 25, foi premiado o terceiro lugar da 2ª Competição Interna de Brigadistas Voluntários do Condomínio Vega. Este ano, a competição teve cinco equipes participantes, em dois dias de provas. E os três primeiros lugares foram conquistados pela Gerência de Decapagem e Laminação.
O terceiro lugar ficou para a equipe GDL D. Parabéns a Anderson Tomasi Costa, Charles Pierri de Souza, Fabiano Nunes Daniel, Fabiano Silveira Duarte, Fank Passold, Jeferson Oliveira, Odilei Kuehl, Robson Mantovani Alves, Willian Martins Goulart e Hudson Luis dos Santos Fernandes.

Sipat na obra

Simultaneamente à Sipatma do Condomínio, está sendo realizada a Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Sipat) na Obra da Galvanização 2. O tema é a realização de trabalhos simultâneos.
Nas fotos acima, a Companhia Joinvilense de Teatro apresentando peça sobre DST e Álcool, no início da tarde de hoje

Sipatma aborda Gestão dos Resíduos

A gestão de resíduos no Condomínio, desde a segregação até a destinação final, foi abordada por Grasiela Minatto, da CLE Brasil. Na palestra, Grasiela mostrou que os pontos de coletas de resíduos na fábrica são diferentes dos pontos da área administrativa e dos restaurantes e reforçou a responsabilidade de cada um na correta destinação dos resíduos. “Quem gera o resíduo é responsável por não misturá-lo, evitando a contaminação. Assim, o material pode ter um destino adequado”, reforçou.

Hoje, apenas 1% dos resíduos perigosos são enviados para aterro industrial.

Confira alguns exemplos comuns de erros de destinação que devem ser evitados
* resíduos fora do ponto e sem identificação;
* caixas de papelão em locais para contaminados com zinco;
* resíduo contaminado com óxido de ferro no coletor de resíduo reciclável;
* lâmpada no coletor de sucata eletroeletrônica;
* resíduos não ensacados;
* utilização dos cinzeiros para destinação de copos plásticos.

A mesma palestra será realizada hoje, às 21 horas.



Depoimento Gilvan, LIR

Gilvan da Silva, técnico de autocontrole da Linha de Inspeção e Reparo (LIR)
video

Depoimento Jeferson, Encruamento

Jeferson Dresch, operador do Encruamento
video

Depoimento Sílvio, Galvanização

Sílvio de Miranda, técnico de operação da Galvanização
video

Depoimento Herbert, Recozimento

Herbert Gross, técnico de operação do Recozimento
video

Depoimento Diogo, Laminador

Diogo Gulini, operador da saída do Laminador
video

Depoimento Giovani, Decapagem

Giovani Rodrigues de Souza, técnico de operação da Decapagem
video

Novos depoimentos

A equipe que trabalha à noite também recebeu a visita dos atores que fizeram intervenções no ambiente de trabalho, mostrando situações corretas e erradas em segurança, saúde e meio ambiente. Veja os depoimentos nas próximas postagens.

Palestra "Bloqueios" com intervenção teatral




A palestra conduzida por Gustavo Prestes, da CMI, contou com a intervenção da Companhia Joinvilense de Teatro, com demonstrações sobre o tema.

O primeiro assunto foi “bloqueio”

Gustavo Prestes, da CMI, foi o primeiro palestrante. Ele apresentou o tema: “Bloqueio: um simples gesto, uma grande atitude”. Destacou que os bloqueios são atitudes fundamentais de segurança em atividades de manutenção e podem ser feitos por meio de dispositivo de travamento ou sinalização, mas o ideal é que as duas formas sejam utilizadas. “O principal procedimento do bloqueio é criar uma condição que impeça equipamentos ou circuitos elétricos de se movimentarem involuntariamente ou se reenergizarem por religamento acidental, originários das mais diversas fontes de energia e evitar acidentes, sempre”, ressaltou o palestrante.

Auditório lotado na abertura


Agora pouco começou oficialmente a Sipatma. Neste ano, a Semana tem como tema a Educação pelo Exemplo. “Em segurança, saúde, e meio ambiente, o exemplo é a melhor forma de conscientizar as pessoas. Cabe a cada um de nós ser um exemplo positivo”, destacou o presidente da Cipa, Fernando Teixeira. Para Luiz Reitz, gerente de Recursos Humanos, Administração e Suporte da ArcelorMittal Vega, a Semana é importante para servir de reflexão a respeito de uma das prioridades da companhia: a segurança, e também para refletir sobre as atitudes dentro e fora da empresa.

Depoimento Rodrigo, LIR

Rodrigo Ouriques, técnico de operação da Linha de Inspeção e Reparo (LIR)
video

Depoimento Roberto, Encruamento

Roberto Souza Melo, operador do Encruamento
video

Depoimento Anderson, Galvanização

Anderson Domeciano, técnico de operação da Galvanização
video

Depoimento Alexander, Recozimento

Alexander Gross, operador do Recozimento
video

Depoimento Anderson, Laminação

Anderson Peretti de Cândido, operador da saída do Laminador

video

Depoimento Alex, Decapagem

Alex Braz, técnico de processos da Decapagem
video

Depoimento Traudi

Traudi Arins, assistente executiva
video

Depoimento Benony, Arquivo Técnico

Benony Jeremias, coordenador técnico do Arquivo Técnico
video

Depoimento Maurício, Serviço ao Cliente

Maurício Duarte, supervisor de Serviço ao Cliente
video

Depoimento Adilson, CRC

Adilson Pereira Fausto, engenheiro de manutenção da CRC do Sul
video

Depoimento Liliale Hoffmann

Liliane Hoffmann, RH da CLE
video

Horários do transporte para a Sipatma

08h40 - Saída Prédio do Mar, passando pela ORMEC - CLE - PÇ SUL - Goneville
08h55 - Chegada no Goneville
Aguarda Encerramento da Palestra e leva o pessoal para suas respectivas áreas

10h40 - Saída Prédio do Mar, passando pela ORMEC - CLE - PÇ SUL - Goneville
10h55 - Chegada no Goneville
Aguarda Encerramento da Palestra e leva o pessoal para suas respectivas áreas

14h40 - Saída Prédio do Mar, passando pela ORMEC - CLE - PÇ SUL - Goneville
14h55 - Chegada no Goneville
Aguarda Encerramento da Palestra e leva o pessoal para suas respectivas áreas

18h40 - Saída Prédio do Mar, passando pela ORMEC - CLE - PÇ SUL - Goneville
18h55 - Chegada no Goneville
Aguarda Encerramento da Palestra e leva o pessoal para suas respectivas áreas

20h40 - Saída Prédio do Mar, passando pela ORMEC - CLE - PÇ SUL - Goneville
20h55 - Chegada no Goneville
Aguarda Encerramento da Palestra e leva o pessoal para suas respectivas áreas

Depoimento José Carlos, da Ormec

José Carlos de Souza, coordenador de Produção e Logística da Ormec
video

A repercussão

O grupo de teatro circulou pelas empresas do Condomínio divulgando a Sipatma e alertando para situações do dia-a-dia. Vamos publicar, a seguir, diversos depoimentos sobre as apresentações, que abordaram ergonomia, 5S e separação de lixo (reciclagem).

As fotos do teatro à noite na fábrica